Subscribe:

domingo, janeiro 30, 2011

UMA CARTA

De: M!sunderstood
Para: Sinner

E enquanto eu apenas procurava uma razão admirável para estar ali, nos braços dele, não percebi a mais óbvia das razões: Ele já estava no meu coração.

Como pôde me conquistar em tão pouco tempo? Me pergunto isso todos os dias...Mas, na verdade, eu sei bem a resposta: A paciência que ele tem comigo, o modo com que segura as minhas mãos, o jeito que ele me abraça e faz eu sentir-me extremamente segura, o seu olhar que parece admirar cada pedacinho de mim, cada pedacinho da minha alma...O seu beijo, suas palavras, e o jeito com que ele se torna sério, se falamos de algo sério.

Não sei o que você faz, mas a culpa é absolutamente sua por me fazer gostar tanto de você assim.

Sua culpa por eu querer estar sempre perto de ti, por eu querer seus abraços, seus beijos, suas palavras...

Sin, queria apenas te agradecer, por tudo o que você tem feito por mim, por me entender, me segurar, me proteger, e principalmente, por me fazer sorrir. Por me fazer entender que a vida não se resume no passado, mas no presente, e no que podemos viver agora, nesse momento. E que a todo instante podemos mudar a nossa vida, se quisermos...

Por me fazer entender também, que a felicidade não está apenas nas maiores loucuras, mas também em uma tarde qualquer, quando você dorme nos braços de alguém e ao acordar, percebe que ainda estão velando seu sono, e se sente extremamente feliz por isso. Apenas por saber, que tem alguém ali, para você.

O único que consegue compreender a 'mal-compreendida' com um só olhar, com um só abraço e com suas meias explicações para tudo...Eu só posso dizer uma coisa...

Te amo Sin

4 comentários:

Darkness Insight Like a Fallen Angel disse...

Cara, simplesmente não há o que dizer.
Amo você minha namorada *-*

Arnoldo Pimentel disse...

Muito lindo seu texto, parabéns e tudo de bom pra você, beijos.

Francorebel disse...

Oh, lord, please, LET me be misunderstood!!!

Great, great... and sweet and cool and "oh yeah!"


1000 aplausos!


Francorebel.

Adriano Ferreira, CM disse...

adorei o blog, essa poesia. praia: mar e areia, ótimos objetos para metáforas poéticas.
bom ler seu blog.
abraço

Postar um comentário

•Expresse sua opinião de forma coerente
•Respeite os outros leitores
•Nada de palavrões
•Sem ofensas
•Evite escrever com o CAPS LOCK ligado
•Evitexx excrever axim também (Obrigada)
•Volte Sempre! :)

  •