Subscribe:

quinta-feira, fevereiro 24, 2011

A CAMINHO DE LUGAR NENHUM

E em vão discorro mais uma vez sobre os meus pedaços
Um copo sem fundo
Uma garrafa de vinho meio cheia
Uma estrada para lugar nenhum.


É para onde estou indo agora
Para lugar nenhum
Estou nessa vida procurando por respostas de eternas perguntas que nunca aparecem
Um dia talvez eu as encontre
Um dia talvez eu me encontre
E quando me encontrar
Direi: Olá
E me perderei mais uma vez.


Me perderei nos delírios mais loucos de me encontrar mais uma vez
Assim farei, assim o fiz, assim o faço
Cada vez me torno mais distante o possível do que tento ser
Do que tento parecer
Do que sou.


Das tardes, do pôr-do-sol
Debruçada na sacada da varanda
Me vem as lembranças mais insanas
Dos momentos que eu não tive
Dos momentos que viverei.


Uma aquarela em preto e branco
Do amor, desamor
Da flor, da natureza-viva
E da natureza-morta.


Um indício de que o meu copo está meio vazio
Me traz  à realidade novamente
Comumente envolvida pelo carinho 
De braços e abraços que sempre estarão a me proteger.


(Tamires Alci)


•Ouvindo agora: Glycerine - Bush

7 comentários:

Natasha Piervy disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Natasha Piervy disse...

Olá nós do blog Madnessa agradecemos pela sua vista, já estamos te seguindo também.

Seu blog é cheio de textos incriveis, um pouco complexos, mas muito interessante, o texto sobre o corpo mostra realmente que as pessoas nem sempre estão de bem com ''a máquina'' mais perfeita desse mundo e acabam ''mutilando'' de alguma forma, o negocio é se aceitar e cuidar para manter o que de melhor foi nos dado.

Madness - O Blog da Loucura!

Nina Aubasi disse...

Muito lindo!
Parabéns :D

Anton Alegrin o Ant-Pierrot. disse...

belo poema...estou sempre a procura de respostas sobre mim mesmo e as vezes as encontro e elas servÊm durante um tempo mas depois presiso de outras...quando acho que estou numa subida evoluindo as vezes decaio e tenho que lidar com problemas que eu já achava superado me identifiquei com seu texto acho que todos que procuram a sí proprio em vez de fugir de sí mesmo passam por isso.... vc ouvindo bush pode cre bom gosto musical !!!!!

Laís disse...

Olá !!

Tb já estou te seguindo !!
Beijinhos

laineh halls disse...

amei o blog to te seguindo, me segue!!!


http://euniceelainemarinha.blogspot.com/

Arnoldo Pimentel disse...

Seu poema é tão perfeito, tão profundo que a primeira estrofe já nos remete ao mundo que forma no todo, beijos.
Tem selos de presente pra você no meu blog.

http://ventosnaprimavera.blogspot.com

Postar um comentário

•Expresse sua opinião de forma coerente
•Respeite os outros leitores
•Nada de palavrões
•Sem ofensas
•Evite escrever com o CAPS LOCK ligado
•Evitexx excrever axim também (Obrigada)
•Volte Sempre! :)

  •