Subscribe:

quarta-feira, junho 22, 2011

NÃO NÃO SIM

Não não
Uma toalha branca sobre a mesa
Um sutiã de renda sobre a cama
No sofá meia dúzia de bombons
E coração partido de uma dama.


Não não
O sangue suja sua mão
O lençol tá sujo de poeira
O gato preto mia aborrecido
E a lágrima não pode limpar essa sujeira
É muito...Pouco...Pra tanta...Ingratidão.


Não não
A tv tá ligada no mudo
O som tá alto
Uma guitarra distorcida
A bateria muda tudo que tava mudo
Um grito seco de Kurt Cobain.


Não não
Essas paredes estão ficam menores
Os bombons são cogumelos
Assim são melhores...


Sim sim
Apenas deixe estar
Extasiada
Quase morrendo sem ar...


(Tamires Alci)


•Ouvindo Agora: Lake Of Fire - Nirvana

6 comentários:

bia santos disse...

"A vida é assim, vazia de sim e cheia de não"

Prefiro os bombons, cogumelos me deixam meio louca...

Agora eu estou ouvindo: "Painted on my heart" do The Cult

Loverocklive disse...

O primeiro verso é destruidor, gostei bastante.

Rubi disse...

De fato, o poema é muito bom, mas a primeira estrofe ficou ótima.

*Já disse que tem bom gosto quanto a música não?

KGeo disse...

bom texto, e eu acho este texto tem um outro sentido

Francorebel disse...

Eu digo não ao não eu digo é proibido proibir é proibido proibir é...

Arnoldo Pimentel disse...

Poema forte e belo assim como a imagem, parabéns.Beijos

Postar um comentário

•Expresse sua opinião de forma coerente
•Respeite os outros leitores
•Nada de palavrões
•Sem ofensas
•Evite escrever com o CAPS LOCK ligado
•Evitexx excrever axim também (Obrigada)
•Volte Sempre! :)

  •