Subscribe:

segunda-feira, julho 18, 2011

A SIMPLES FELICIDADE

E quando estou aqui, à beira do abismo
Espero-te, como quem espera um milagre
Como quem espera a alegria do carnaval
Como quem sabe que vai passar
E não vai ser tão mal.


E quando eu for embora
Ninguém vai se lembrar
E se lembrar
Vai ser um breve sorriso
Que o vento vai levar.


Como a pipa que flutua pelo céu azul
A grama verde que contrasta com as rosas
E a neve que se desfaz aos poucos
Quando o sol deixa de se esconder.


Risco a calçada com um giz
Desenho a amarelinha
Onde minha chegada é mais longe
E sempre jogo sozinha.


Vou guardar os granulados do brigadeiro
E esperar você chegar
Colocar a coca-cola no gelo
Pra gente desperdiçar uma tarde inteira
Como dois gatos correndo atrás de um novelo.


Sem medo...Só isso.


(Tamires Alci)


•Ouvindo Agora: Chão De Giz - Zé Ramalho

3 comentários:

Garcez disse...

eu admiro muito quem sabe escrever... poesia... poema... e historias assim emotivas... pq eu sou uma pedrada... nao consigo criar versos

gostei do seu blog desde o titulo... seguindo aqui

abraços
.
www.ouvindoparalamas.blogspot.com
.
.

Fabiane Daz disse...

Bem escrito, realmente a felicidade se completa com coisas poucas.. Abraço

Francorebel disse...

Aproveitando uma tarde, simplesmente...

... feliz...

OWWW!

F.

Postar um comentário

•Expresse sua opinião de forma coerente
•Respeite os outros leitores
•Nada de palavrões
•Sem ofensas
•Evite escrever com o CAPS LOCK ligado
•Evitexx excrever axim também (Obrigada)
•Volte Sempre! :)

  •