Subscribe:

terça-feira, agosto 16, 2011

POEMA DA INUTILIDADE

Eu já não durmo mais tão cedo
Falta-me o sono
As noites tem ficado tão longas
E os dias passam tão rápido que eu nem sei como.


Sinto-me tão mal 
A flutuar num mar de lama
Sinto-me péssima
E tenho cada vez mais vontade
De me afogar em minha cama.


Falta uma parte de mim
Um pedaço que preciso conquistar
Um espaço bagunçado que eu possa chamar de meu
Meu lar.


(Tamires Alci)


•Ouvindo Agora: Free Bird - Lynyrd Skynyrd

2 comentários:

LADY D. A. disse...

Acho que eu tbm anseio pelo meu lar...

Arnoldo Pimentel disse...

Todos sonhamos com um lar, em todas as formas de ver.Beijos

Postar um comentário

•Expresse sua opinião de forma coerente
•Respeite os outros leitores
•Nada de palavrões
•Sem ofensas
•Evite escrever com o CAPS LOCK ligado
•Evitexx excrever axim também (Obrigada)
•Volte Sempre! :)

  •