Subscribe:

terça-feira, setembro 06, 2011

OS MÓVEIS

Em dias nublados, como esse
Pequenos e quase insignificantes raios de sol
Cortam as nuvens
Iluminam-me o semblante.

São dias mais ou menos
Em que eu não sei o que dizer
São dias quase cheios
De não ter o que fazer.

Tantas as coisas que eu consigo pensar
Que quase me confundo
Queria mesmo era sumir
Ou mergulhar em um sono profundo.

Não precisa explicação
São apenas essas gotas que caem
Me fazem ficar um pouco mais triste agora
Elas caem do céu pra compensar as que não caem dos meus olhos
E pra me lembrar do que eu sempre vou ser.

Eu não poderia dizer que sou uma alma ingrata
Apenas uma pequena porção de velhice
Ainda acho dignamente sujo o lugar onde me encontro.

É como se a poeira se assentasse sobre os móveis
Que são nomeados da seguinte forma:
O ódio que fica no cantinho da sala e sobre ele, um abajur
A simpatia sobre a qual as pessoas se sentam
A mágoa está dentro do bule, perto das xícaras e pode ser servida com ou sem açúcar...Ou se preferir, com ou sem adoçante, que engorda menos.

O que pinta as paredes é um tom meio verde
Um verde não tão claro, não tão escuro
Não sei se esse poderia ser chamado de esperança.

A raiva fica no centro da sala
Estendida no chão e se roendo quando pisam sobre ela com um sapato sujo.

Sobre o rack, o amor
Este não está em um pote
Não está em um bule 
E não é só enfeite.

Este, é dividido em duas partes
A televisão que fica sempre ligada, mesmo quando está em stand-by
E os livros remanescentes de tudo o que já foi passado
E de tudo que ainda vai passar.

Pode parecer disforme
Mas eu vejo assim.

(Tamires Alci)

•Ouvindo Agora: Sure Feels Right - Sixx A.M ♫

6 comentários:

kbritovb disse...

Pode parecer disforme
Mas eu vejo assim.

mto bom parabéns

Scarlett Gravina disse...

Gostei muito , mesmo . Parabéns pelo blog , adoro poemas.Vou passar por aqui sempre . Beijos .

bia santos disse...

"Queria mesmo era sumir"

Eu já quis sumir um montão de vezes também...

Hoje quase não tenho tempo para pensar nisso...

It'sM disse...

Texto muito bom, parabéns!
Tudo sobre moda no #ItsMonter: http://itsmonter.blogspot.com/ @itsmonter

Natasha Piervy disse...

Os poemas são bem pessoais, mas a gente acaba que se identificando muito em algumas partes. Muito bom.

Victor Von Serran disse...

Isso é muito introspectivo e interessante, adoro pessoas que conseguem ver coisas comuns com novos olhares, como vc fez com os moveis...


seguindo !

Postar um comentário

•Expresse sua opinião de forma coerente
•Respeite os outros leitores
•Nada de palavrões
•Sem ofensas
•Evite escrever com o CAPS LOCK ligado
•Evitexx excrever axim também (Obrigada)
•Volte Sempre! :)

  •