Subscribe:

quarta-feira, novembro 30, 2011

JÁ FUI

É assim, a gente entende
Finge que esquece
Mas continua sentindo dor.


O tempo passa
O céu me abraça
Mas nada muda o que ficou.


Não é questão de querer
É questão de já ter quisto
Já ter vivido
Já ter sentido
Já ter passado
Os dias mudam
Mas o relógio continua parado.


Não é saudade
Não é dor
É um "quê" de não sei "oquê"
Que incomoda.


E se fosse saudade então
Nada mudaria
Ainda assim ia incomodar
E se não incomodasse
Eu não estaria aqui a falar.


Das coisas que eu sei
Muito poucas realmente me valem
Muito poucas me tem
Ainda pouquíssimas mais, são as coisas que eu sei e me mantém.


Que tal eu apenas dizer que já me fui?


(Tamires Alci)


•Ouvindo Agora: O Astronauta de Mármore - Nenhum De Nós 

3 comentários:

Francorebel disse...

Não se vá...

Caroline disse...

Adorei o texto, em especial a última parte:
" Das coisas que eu sei
Muito poucas realmente me valem
Muito poucas me tem
Ainda pouquíssimas mais, são as coisas que eu sei e me mantém."

Muito Bom!

Dellone @SilenceShadows (Sephiroth) disse...

Adorei o texto, e o blog em geral!
perfeito!

Seguindo!


@SilenceShadows

Postar um comentário

•Expresse sua opinião de forma coerente
•Respeite os outros leitores
•Nada de palavrões
•Sem ofensas
•Evite escrever com o CAPS LOCK ligado
•Evitexx excrever axim também (Obrigada)
•Volte Sempre! :)

  •