Subscribe:

sábado, maio 12, 2012

PALAVRAS

De certo e sem dúvidas o que mais me preocupa são as palavras
Que saem das bocas
Que caem dos livros
Que correm soltas.


O que dizem, nunca são o que querem dizer
O que interpretam, o que significam
O que talvez, até venha de você.


São como flechas
Com um destino
Mas com o vento
Podem deixar de ser certeiras.


Pode ser aqui, pode ser hoje
Pode não ser daqui a um milênio.


Isso é uma coisa torta
Como todas as coisas que saem da sua cabeça
Seus reflexos inativos
Seu filme de terror
Eu nunca te disse
Mas sua blusa de bolinhas 
Tem um ar meio retrô.


Sabe aquele copo, que ficou em cima da mesa?
Tinha umas baratas bebendo o resto de vinho
Eu não gostei disso
Quebrei o copo
Cortei meu dedo
E agora, está sangrando
Um coração.


Tinha também uma sandália velha lá fora
Perto da cadeira de balanço
Um salto quebrado
Na geladeira, um recado
Cometa seus próprios erros
Mas não morra de seus próprios pecados.


•Ouvindo Agora: It Will Rain - Bruno Mars


(Tamires Alci)

0 comentários:

Postar um comentário

•Expresse sua opinião de forma coerente
•Respeite os outros leitores
•Nada de palavrões
•Sem ofensas
•Evite escrever com o CAPS LOCK ligado
•Evitexx excrever axim também (Obrigada)
•Volte Sempre! :)

  •