Subscribe:

sábado, junho 23, 2012

QUANTO TEMPO MESMO?

Tudo o que é perfeito
Tem seus defeitos
As suas confusões e culpas
Entre mil olhares
Um pedido de desculpa.


Nós dois estamos aqui
Parados no mesmo lugar
Na mesma praia
Com os mesmos medos
E sob o mesmo luar.


Olhe só, algum tempo já passou
A brisa do mar e algumas lembranças
Foi tudo o que restou
Tudo o que o vento não me arrancou.


Agora espere um pouco
Ainda somos os mesmos
Ainda falamos da mesma forma
Usamos as mesmas roupas
Temos nossos trejeitos e manias
Mas somos estranhos
Procurando algum novo lugar para ir
No meio da noite, vagando
Apenas querendo se distrair.


E lá se vão dois copos
E lá vem um peso na consciência
Um sorriso meio amargo.


Na mesa ao lado
Um casal de namorados
Na outra cadeira
Uma ausência.


E lá nos vamos
Nos perdendo por aqui
E por ali
Arrumando meia dúzia de amigos
Pra tentar se divertir.


(Tamires Alci)


•Ouvindo Agora: Pumped Up Kicks - The Kooks

3 comentários:

Kátia Maíse disse...

Nossa, você escreve muito bem! Muito difícil achar um blog como o seu. Me arrisco a dizer que isso é impossível rs

"E mesmo quem é perfeito tem o defeito de ser perfeito." rs Você me fez lembrar essa frase que criei quando tinha meus 11 anos, quando nem pensava que eu poderia ser o que sou hoje *-*

Parabéns, estou te seguindo aqui

Kátia Maise - Escritora e poeta mineira
http://katiamaise.blogspot.com

Francorebel disse...

1.000 oceanos por chorar, irmã.

Beijo!

Arnoldo Pimentel disse...

Cotidiano, dias, encontros e despedidas, chegadas e partidas sem despedidas.Vida.Beijos.

Postar um comentário

•Expresse sua opinião de forma coerente
•Respeite os outros leitores
•Nada de palavrões
•Sem ofensas
•Evite escrever com o CAPS LOCK ligado
•Evitexx excrever axim também (Obrigada)
•Volte Sempre! :)

  •