Subscribe:

quarta-feira, dezembro 05, 2012

QUANDO SE VÊ

É engraçado como o tempo passa rápido 
Quando se vê
A hora já correu
Você se atrasou 
E acabou perdendo o trem.

Quando se vê
Já passou o dia
Mais um dia de trabalho
E você tá sentado no sofá
Assistindo o Jornal Nacional
É assim mesmo, não te preocupa
Aquieta-te coração. Isso é normal.

Quando se vê
Já chegou sexta-feira
E se trabalha no sábado
Trabalha até mais animado
Domingo tem descanso
Que passa voando
Mais um desses dias que ninguém vê.

Acalma-te
Já passou o mês
Inês trouxe alface da feira
E vai fazer para o jantar
Que passa num lance de dados
Num lance de olhar.

Aquieta-te
Já passou o ano
Tá chegando aquelas datas festivas
Que todo mundo fica junto
Sabe como é, né?

E então
Quando se vê
Já não somos mais os mesmos que fomos há dez anos atrás
Já nem sabemos mais
Nem desconfiamos saber.

O que realmente se vê
São as expressões faciais ficando cada vez mais marcadas
Levemente disfarçadas com a maquiagem que se guarda na primeira gaveta da penteadeira
Os cabelos brancos vão sendo tingidos
E vamos deixando de ser quem fomos há mais de vinte anos atrás.

(Tamires Alci)


•Ouvindo Agora: Dezembros - Fagner e Zeca Baleiro

3 comentários:

Marcos "Tinguah" Vinícius disse...

As vezes, deixa-se pra trás momentos que são únicos.
Ou que as vezes podem até não significar muito, mas, que se somados, vão gerar um produto final com conseqüências que nem sempre serão as melhores possíveis.

Otimo texto amor, continue assim ô/

Franco disse...

Quando se vê
A gente se encontra
Se troca, se toca.

Conhece a Sinéad O'Connor?
Tudo que ela canta fica lindo.

Ouça "I Fell Different", acho que vai gostar.

Franco disse...

Na verdade, a canção se chama "Feel So Different".

;)

Postar um comentário

•Expresse sua opinião de forma coerente
•Respeite os outros leitores
•Nada de palavrões
•Sem ofensas
•Evite escrever com o CAPS LOCK ligado
•Evitexx excrever axim também (Obrigada)
•Volte Sempre! :)

  •