quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

EM UM LUGAR DISTANTE


Em um lugar distante, distante de mim
Em um tempo perdido
Em um mundo hierarquizado...

Descubra, um pedaço
Um pedaço de mim.

Viaje pelo meu mundo
Pelo meu céu intocável
Conheça as minhas pessoas
Os meus amigos imaginários.

Se torne um pouco de mim
Seja um pouco de mim
Sinta um pouco de mim
Escreva para mim
Cante para mim
Me deixe dormir em seus braços
Esta noite, esta noite.

Quando eu transcender pelo anos-luz
Voltarei somente no seu pensamento
Estarei perto de ti eternamente
Serei seu ar, o que toca a sua pele, o vento.

O sol que atravessa a persiana, adentra o quarto
Inundado por uma fumaça de cigarro...Era ele
Ainda estava lá, esperando sua amada...
Esperando ela voltar...

(Tamires Alci)

5 comentários:

  1. Adorei o texto!!!! Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  2. "Era ele
    Ainda estava lá, esperando sua amada...
    Esperando ela voltar..."

    Sonhamos com alguém q nos espere...
    http://suzanaaferreira.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Mutio bem desenvolvido, e adorei a finalização!
    "O sol que atravessa a persiana, adentra o quarto
    Inundado por uma fumaça de cigarro...Era ele
    Ainda estava lá, esperando sua amada...
    Esperando ela voltar..."

    Parabenizo!

    Ah, e sinta-se convidada a me visitar em www.jvictorlima.com

    ResponderExcluir
  4. Quando eu transcender pelo anos-luz
    Voltarei somente no seu pensamento
    Estarei perto de ti eternamente


    Bacana esse trecho, gostei muito.


    Aplausos pra ti, valeu!!!


    F.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom o poema, me lembro de
    um que fiz faz um tempo e tem uma temática parecida acerca do amor e da relatividade da distância, e gostaria de compartilhá-lo com vc:


    Sonhos Distantes

    Em sonhos te vejo, em sonhos te toco
    E esse sonho parece ser tão real
    Que me esqueço que a realidade existe
    E ela dói
    E dói como o aço
    Que atravessa as galerias viscerais
    Minha mente se esforça e de novo tenta
    Lembrar-se daquilo de que já não se lembra mais

    Em sonhos te vejo em sonhos te ouço
    Tua voz é suave, suave e triste
    E me vês é claro que me vês
    Mas nem sabes quem sou nem nunca me viste
    Agora me dizes, e chora, e dizes
    E encosta teu rosto em meu colo frio
    O calor da tua alma aquece meu corpo
    O calor da tua alma preenche o vazio.

    Stay heavy.
    T+

    Walison
    http://downloadcult.blogspot.com/
    walison_civil@yahoo.com.br

    ResponderExcluir

•Expresse sua opinião de forma coerente
•Respeite os outros leitores
•Nada de palavrões
•Sem ofensas
•Evite escrever com o CAPS LOCK ligado
•Evitexx excrever axim também (Obrigada)
•Volte Sempre! :)