sexta-feira, 15 de maio de 2020

Diário da Pandemia - Dia ??? - 12/04/2020

12 de abril de 2020, domingo de páscoa.

Jamais imaginei que vivenciaria uma experiência parecida com essa. É algo inimaginável, é surreal e é assustador. Eu não tenho outras palavras e hoje, não consigo ver a luz no fim do túnel. Não consigo imaginar quando iremos poder sair na rua sem sentir medo, sem nos sentir ameaçados. Não sei quando poderemos ir ao cinema novamente e frequentar as praças de alimentação dos shoppings. Quando nossa vida irá voltar ao normal? Em setembro? Daqui um ano? Quem sabe...

O fato é que dentro da normalidade ou não, a vida continua. Logo logo as pessoas irão voltar a trabalhar em sua totalidade e talvez também, logo menos, uma vacina seja aprovada. Estamos vivendo a base de "talvez". A televisão reprisa o jogo do pentacampeonato do Brasil sobre a Alemanha. Fórmula 1 com Ayrton Senna e observando calmamente, parece que estamos vivendo uma piada sem graça. Reclamamos tanto de não ter tempo e agora, não queremos tê-lo. Queremos nossos empregos estressantes, queremos voltar a pegar condução, queremos a segurança da louca rotina moderna.

O que me leva a crer, que no meio disso tudo, viramos robôs. Precisamos ter ordens a obedecer, precisamos ter horários, aborrecimentos e tudo mais que reclamamos.

O mundo soma mais de 113 mil mortos e isso só nos mostra o quanto somos frágeis. O quanto somos fracos diante de um inimigo invisível que ninguém sabe realmente como começou. Falam em guerra biológica, criticam os chineses e eu não sei o que pensar e pra ser bem sincera, mesmo que soubesse, iria preferir não opinar.

Os dias e as horas passam e são todos absurdamente iguais. Tem dias que são mais difíceis que outros. Tem dias que a saudade de pessoas especiais bate e é quase impossível controlar, mas seguimos isolados, torcendo pelo fim dessa crise.

No meio disso tudo já não existe romantização. Não existe pessoas melhores depois da quarentena ou talvez exista. Talvez. Talvez um dia isso passe. Mas o medo, esse é certo de ficar marcado pra sempre na história mundial.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

•Expresse sua opinião de forma coerente
•Respeite os outros leitores
•Nada de palavrões
•Sem ofensas
•Evite escrever com o CAPS LOCK ligado
•Evitexx excrever axim também (Obrigada)
•Volte Sempre! :)