sexta-feira, 15 de maio de 2020

Diário da Pandemia - Dia ??? - 15/05/2020

Já não sei em que dia da pandemia estamos, são quase dois meses de isolamento e as notícias não são das melhores.

Escrevo para que fique registrado o momento de crise pelo qual estamos passando. Essa última semana foi bastante assustadora. O número de mortos em nosso país só aumenta, nos últimos dias por volta de 700-800 mortos a cada 24hrs. O sistema de saúde está entrando em colapso. Aqui no Rio de Janeiro, já houve uma carta do Hospital de Anchieta dizendo que não tem recursos para o atendimento de novos pacientes que derem entrada no pronto-socorro e que os mesmos iriam morrer porque o hospital não está recebendo os insumos e as verbas necessárias para seu funcionamento. Sendo assim, nessa mesma carta se exoneram de maneira ética e civil de quaisquer processos relativos à essas mortes iminentes. O Hospital Ronaldo Gazolla não está pagando seus funcionários. Tenho uma amiga que trabalha lá e disse que a situação está crítica. Todos os dias isso é falado no jornal. Os hospitais de campanha parecem nunca ficar prontos, além do desvio de verbas que foi noticiado no jornal de ontem.

Hoje, dia 15/05, o novo ministro da saúde (que tomou posse do cargo há menos de um mês) renunciou por divergência com o presidente.

Por falar em presidente, esse anda completamente maluco. São tantas declarações infelizes que eu só consigo imaginar que antes de dormir ele deve pedir a Deus criatividade para falar a merda do dia seguinte. E mau-caratismo, é claro. Os noticiários só falam sobre ele e coronavírus. No último sábado, em meio ao aumento do número de mortos no país, em meio ao colapso do sistema de saúde, nosso excelentíssimo andava de jet-ski e afirmou que faria um churrasco. É de cair o cu da bunda, eu sei. Se eu não tivesse visto com meus próprios olhos, jamais acreditaria que o líder de um país fosse tão cruel e estúpido.

Fui demitida, como milhões de brasileiros em meio à esse caos. Entendo que a economia é um dos pilares mais importantes de um país, mas não existe economia se a população não estiver saudável pra trabalhar. Não existe economia se continuarmos na casa de centenas de mortos todos os dias.

"Se fosse por mim, teria feito igual na Suécia, não fecharia nada" - Jair Bolsonaro

A Suécia é um dos países com o maior número de mortos em relação aos países vizinhos, por não ter adotado as medidas necessárias de isolamento social. Imagina o estrago que teríamos no Brasil?

Estamos entregues à própria sorte, mas como dizem que Deus é brasileiro, acredito que mais cedo ou mais tarde, voltaremos a ficar bem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

•Expresse sua opinião de forma coerente
•Respeite os outros leitores
•Nada de palavrões
•Sem ofensas
•Evite escrever com o CAPS LOCK ligado
•Evitexx excrever axim também (Obrigada)
•Volte Sempre! :)